Homem e mulher: unidos para amar e crescer

230

Imagine que duas pessoas nascem em famílias diferentes, se encontram e resolvem se envolver de forma mais profunda e estabelecer um elo. Desta união do feminino com o masculino, duas polaridades opostas, temos então um enlace, um elo bastante prazeroso.

O que poucos sabem é que este elo tem que ser para o crescimento mútuo e que uma das partes não pode e nem deve interferir no desenvolvimento do outro. Quando a união do casal é focada no crescimento de ambos, ela se traduz em força e evolução para os dois.

No entanto, quando a união é de posse, ela acaba afogando um ou ambos. A ideia é que os dois estejam e andem de mãos dadas, olhando juntos para o horizonte, com seus objetivos individuais e comuns.

Todas as relações devem ser de evolução, de desenvolvimento pessoal e de casal também. Aprenda a fugir de tudo que não estiver caminhando neste sentido.

Relacionamento e competição não combinam

É fundamental entender que, para que o casal evolua e o amor permaneça se fortalecendo, mesmo com o passar do tempo, é preciso que cada um continue tendo sua missão e seus objetivos particulares. Cada elemento do casal deve unir forças e colaborar com o outro para crescerem e atingirem as metas da vida.

E quando houver o sentimento de posse, de ciúmes, castrações e qualquer outra insegurança pessoal que possa abalar a relação a dois que venha a conversa e o diálogo para que se abra o sentimento.Queira crescer junto do seu parceiro, assim como ajudá-lo a evoluir também. Nada de ficar bloqueando o caminho alheio.

No momento em que surgir a ideia de se misturar ao outro, que seja um encontro único, ritualizado, orgástico e sagrado. Invista no significado lúdico deste momento. Estejam frente a frente, com olhos nos olhos e coração com coração.

Dar à relação um significado lúdico é importante porque, quando estão apenas olhando um para o outro, muitas vezes os pares estão competindo. Um é o espelho do outro.

No entanto, este espelho reflete uma competição quando, na verdade, o espelho deve ser de compartilhamento de amor, crescimento mútuo, observação e cumplicidade. Aliás, saiba que esta é a mais nobre forma  de crescer. É por isso que há uma diferença muito notável entre aqueles casais que mantêm uma relação estável daqueles que não mantêm.

É incrível, e sim, ainda não encontramos uma forma melhor de desenvolvimento emocional do que a união familiar.

Saboreie a vida e os seus prazeres

Quando a gente se depara com alguém por quem sentimos atração física, o coração dispara, falta o ar, o riso vem, as mãos suam. Noossaa, que orgástico!

Altas emoções para quem consegue vivê-las. Porém, para quem não consegue (ou não se permite) viver a vida de forma prazerosa e orgástica, faço aqui um convite para essa possibilidade mágica. Saboreie-a!

Somente por intermédio da vivência e da experimentação poderemos saborear nosso saber e nos tornarmos sábios sobre nossas próprias vidas. O conhecimento não colocado em prática atrofia as sensações, torna a vida teórica e sem sabores. Então, que venham os sabores! Que venham os saberes! Que venham os prazeres!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here