Como lidar com momentos de crise no casamento

0
516

Não importa em que fase se encontra a sua relação, se namoro ou casamento. Ela sempre pode passar por algumas situações difíceis. A boa notícia é que é possível identificar grande parte destes problemas e contorná-los.

As dicas de hoje são para que você consiga driblar os momentos de crise e até mesmo evitá-los.

Cláudya Toledo Matchmaker crise-casamento-300x200 Como lidar com momentos de crise no casamento Posts  fases da relação dicas de relacionamentos crise no casamento brigas de casais   A mulher é auditiva, o homem é visual

O relacionamento ideal é aquele em que o casal conversa. A partir do diálogo podemos diagnosticar algum problema. Por exemplo, se a mulher está falando muito, mas muito mesmo, ou se o homem está falando pouco, ou quase nada, é sinal de problema.

Isso acontece porque a mulher, quando fala bastante, está querendo se relacionar. O homem nem sempre percebe isso e acha que ela quer cobrar alguma coisa ou dar ordens.

Se ela está falando muito mesmo é porque está sentindo muita necessidade de se relacionar com o seu parceiro. Se o homem não quiser falar também, ele pode corresponder de outra forma, abraçando-a e beijando-a, por exemplo. Com certeza isso vai diminuir a ‘verborreia’ e ela vai sentir que recebeu a atenção de que necessita.

A mulher tem uma natureza auditiva. Ela gosta e precisa ouvir coisas, fazer seus arquivos mentais. Ela acaba fazendo disso uma preparação para o sexo. O sexo é mental, lembra?

Diferente da mulher, o homem é visual. se enquanto conquistador ele precisa falar, fazer elogios, mandar uma cantada, para ser conquistado ele precisa ver e gostar do que está vendo na mulher.

Por isso, mulher, vista-se para o seu homem. Prepare-se para ele com um baby doll bem insinuante e atraente e conquiste-o.

 

 

A mulher sonha, o homem realiza

Se você é homem, experimente conhecer e realizar os sonhos da sua mulher, dentro do que é possível para você. Converse com ela, deixe-a tranquila e fale sempre algo que a faça feliz.

Já você, mulher, procure se expressar para o seu homem. Mostre as suas vontades, exiba o seu corpo bem vestido, desfile para ele. E não se esqueça de escutar o que ele tem a dizer e encontrar maneiras de confortá-lo sempre que perceber que ele precisa do seu carinho.

Desta forma, não sobra espaço para a solidão, para a falta de carinho e de sexo, fundamentais em qualquer relação. O casal se encaixa nas vontades e ambos saem ganhando.

 

Respeite as fases da relação

As relações humanas têm as suas fases, assim como as estações que conhecemos: primavera, verão, outono e inverno. Nem todo sexo é igual, por exemplo. Ele pode variar. É efeito da mudança de estação.

Algumas vezes a vida social de vocês está ótima. Em outros casos vocês preferem ficar sozinhos, sair menos. Algumas fases são mais dedicadas aos amigos ou à família etc. São os altos e baixos normais em tudo na vida.

Aceite e aproveite a onda amorosa como ela se apresenta a você neste momento. Alguns casais acham que casamento é apenas sexo ou agitação social. Acontece que tem momentos que nada disso está acontecendo, mas outras coisas interessantes estão.

Nestes casos, o melhor é aproveitar o que tem de bom e gostoso em cada momento e ir trabalhando com bastante amor aquele ingrediente que está em falta. Na próxima fase ele deverá aparecer.

Toda relação é um aprendizado, é um processo constante de fazer e desfazer até chegar ao ponto ideal. E uma única fase não é capaz de defini-la.

 

Analise os quatro corpos da relação

Toda relação está dividida no que eu chamo de 4 corpos: físico, espiritual, mental e emocional. Em algum momento do seu casamento é possível que o corpo físico, no caso, o sexo, esteja um pouco fragilizado e você pense que a relação acabou.

Mas, na verdade, o relacionamento não se baseia apenas em uma fase, como falei anteriormente. Há os outros três corpos que são igualmente importantes. Se você tem uma relação espiritual ou emocional muito forte com seu parceiro ou parceira, aproveite esta sintonia.

Lembre-se que as relações se modificam ao longo do tempo. Às vezes, um formato relacional acaba para ser transformado, transmutado. Viva bem e feliz com o que você tem agora, aproveite o que há de gostoso em cada fase e procure melhorar aquilo que não está agradando.

 

Transforme você e o outro será transformado

Você pode transformar a sua relação transformando você mesmo. Perceba como você está se tratando, se relacionando com o seu eu. A partir disto é que você pode perceber como está se envolvendo com o outro.

Se você não faz o que quer ou o que gosta é provável que também não permita que o seu parceiro o faça. Se você pratica o autoflagelo é certo que vá permitir e aceitar que alguém lhe trate da mesma maneira ou tratar o outro igual.

Por outro lado, se você se gosta, se respeita e dá ao seu corpo e à sua mente o alimento certo que eles precisam, vai oferecer o mesmo ao parceiro. O meu jeito de lidar comigo mesmo vai influenciar a forma como trato o outro.

Seja humilde e perceba que todos nós temos defeitos. Assim é a vida. Ninguém sai ganhando sempre. Olhe com carinho para si e resolva antes os seus problemas para, enfim, lidar melhor com o seu parceiro.

 

As relações também acabam

As relações podem acabar se o amor acabar também, se já não há mais tolerância de um para o outro.Se acabou porque o amor se foi, a sua missão foi cumprida.

Veja pelo lado positivo. Se esgotou, é porque consumiu. Encare esta fase como um período para praticar o autoconhecimento, para se conhecer mais e melhor. Aprenda a lidar com você e com os seus sentimentos.

É hora de aceitar o fim, se preparar para o futuro, para as próximas relações e procurar ser feliz sempre.

É preciso investir na relação para que ela dê certo. Portanto, doe-se por completo, respeite os desejos e o espaço do outro, pratique a tolerância e encontre sempre formas diferentes de valorizar o amor que liga vocês.

E não se esqueça que o tempo é muito importante para o amadurecimento das relações. Tudo pode se transformar. E isso não quer dizer que o amor tenha chegado ao fim, em muitos casos. Observe como anda o seu relacionamento, perceba o que você pode fazer para ajudá-lo a se manter forte e feliz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here