Conheça as fases da mulher e como elas interferem no romantismo e no sexo do casal

264

Assim como a lua, a mulher é fásica. Ou seja, ela possui 4 fases hormonais e sexuais. Para que o relacionamento flua harmoniosamente, é preciso estar ciente desta alternância de situações.

Duas destas fases favorecem o sexo, enquanto as outras duas favorecem o romantismo. Conheça agora um pouco mais sobre as fases da mulher e veja como elas podem influenciar positivamente a sua relação.

 

Fases hormonais e sexuais da mulher

As fases sucessivas da mulher são: fase de ovulação, fase seca, fase menstruada e fase seca novamente. Veja um pouco sobre cada uma delas.

Fase da ovulação

A fase da ovulação é aquela em que a mulher está a fim de transar. O muco vaginal é firme e elástico e ela pode, inclusive, engravidar mais facilmente. Nesta fase, a mulher também está mais disposta a fazer “coisas mais fortes e animadas”.

Identificando esta fase, o casal pode tirar bastante proveito dela. Seja fazendo a famosa rapidinha ou investindo em um sexo mais longo e quente. É um momento em que a mulher tem mais facilidade para obter orgasmos sucessivos.

Fase seca

Nas fases secas a mulher também fica molhada, porém precisa de mais investimento do homem, mais preliminares para chegar ao êxtase e ter os orgasmos sucessivos também.

Portanto, esta é a fase em que deve haver mais amor, declarações, toque e sedução. Ou seja, mais dedicação e tempo ao sexo. É uma fase mais favorável ao romantismo.

Fase menstruada

A fase menstruada pode ser boa ou ruim. Alguns homens adoram esta fase e o casal até se prepara para viver o sexo nesta situação com mais intensidade e profundidade. Já para outros homens, esta fase quer dizer PARE!

Como em toda relação, o sexo deve ocorrer se for o desejo do casal.

 

Como as fases da mulher podem influenciar a sua relação?

Um marido atento e interessado em satisfazer a mulher e, claro, interessado em ter uma vida sexual satisfatória e harmoniosa precisa saber tirar proveito destas fases. É preciso saber agir conforme a situação exige.

E isso vale também para os casais interessados na manutenção do casamento e não só para quem está iniciando a relação. Com o passar do tempo e estabilização do casamento, muitos homens se acomodam na cama.

O hábito de dar uma rapidinha, virar e dormir pode destruir o casamento. É preciso atenção e muito cuidado para não deixar isso acontecer.

 

Então, a rapidinha não pode?

Claro que pode! Tudo depende da disposição dos parceiros e da situação na vida de cada casal. O que é fundamental é identificar e observar o momento, aprendendo a se comportar nas mais diversas situações.

Pense comigo. Comer um sanduíche de vez em quando é normal, não é? Mas, fazer disso um hábito não é ideal. O costume deve ser mesa posta, entradas, saladas, prato principal, sobremesa e café. Muito melhor, não acha?

A humanidade está na fase de querer ir mais longe, ultrapassar os limites. O sexo pode ser uma forma saudável de tentar este desafio.

Por isso, nada melhor do que se conhecer, conhecer a parceira e tirar bastante proveito disso para o bem de todos, e para o bem da relação.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo identificar a minha alma gêmea?
Próximo artigoGala Party
É empresária, palestrante, terapeuta, autora de livros e uma das maiores especialistas em relacionamentos do Brasil, com cerca de 30 anos de experiência na área. Formada em Comunicação Social pela PUC de Campinas e em Artes Cênicas pelo Conservatório Carlos Gomes, da mesma cidade, antes de abrir sua empresa de matchmaker atuou como assessora de comunicação de grandes multinacionais e fez carreira como modelo na Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here