Como ser uma mulher empoderada sem deixar de ser feminina

0
52

A palavra empoderamento está na moda e, apesar de ser um termo tão em uso, muitas pessoas confundem esta definição e acham que ser uma mulher empoderada significa deixar de ser feminina. Isso não é verdade.

É perfeitamente possível para uma mulher conhecer, praticar e estimular o empoderamento mantendo também a sua essência feminina, suas características especiais, que a diferenciam dos homens.

Claudya Toledo mulher-empoderada Como ser uma mulher empoderada sem deixar de ser feminina Posts  mulher feminina mulher empoderada sem deixar de ser feminina mulher empoderada empoderamento feminino

O que é empoderamento feminino?

Vamos falar um pouco da definição desta palavra tão importante para as mulheres. Empoderar quer dizer tomar o poder para si.

É a luta por direitos e oportunidades que a mulher nunca teve ou, se tiveram,  não foi suficiente para as suas necessidades. É descobrir e reconhecer as fragilidades e os problemas existentes e combatê-los.

O empoderamento feminino é um ato social, econômico e político que afeta toda uma sociedade e, especialmente, outras mulheres. Quando você se torna uma mulher empoderada, você se fortalece para ajudar outras mulheres também.

Não é um ato individual, mas coletivo, porque impacta tudo a sua volta, criando novas relações, diferentes formas de existência, destruindo preconceitos e quebrando barreiras.

Enquanto as outras mulheres se reconhecem e ganham referência de vida, os homens também aprendem a conviver e a valorizar cada vez mais as suas esposas, mães, filhas e colegas de trabalho.

 

Empoderamento não é travar guerra com o homem

Não, os homens não são inimigos das mulheres. Ser empoderada não é querer derrubar o homem e tomar o lugar dele. É partir em busca de direitos iguais, de equilíbrio em todas as áreas de atuação, inclusive, dentro de casa.

Mas, de forma alguma isso quer dizer que a mulher precisa se masculinizar, perder seus hábitos e modos femininos para se igualar aos homens e garantir seu espaço. E nem quer dizer que os homens são descartáveis.

A luta da mulher é pelo direito de ser aquilo que ela deseja ser e ter o respeito das pessoas diante das suas escolhas. E ela pode ter tudo isso com um homem do seu lado, se for esse o seu interesse.

Ser feminina é muito mais do que ter unhas pintadas ou cabelo sempre arrumado. A feminilidade está na maneira que a mulher tem de olhar o mundo de um jeito mais suave, mais carinhoso, mais receptivo e gentil.

Por que você deveria abrir mão de algo tão grandioso em uma luta tão importante para nós, mulheres? Acredite, você não deve.

Mulher poderosa dá certo no casamento?

Como ser uma mulher empoderada sem deixar de ser feminina

E então, como uma mulher pode levantar a bandeira do empoderamento sem ter que jogar fora a sua essência feminina? Primeiro de tudo ela precisa saber, de forma clara, o sentido e o objetivo deste ato.

Depois, ela deve se conhecer profundamente, conhecer bem suas características, e se respeitar da forma que ela é. Não importa se ela quer ter uma profissão ou escolheu ser dona de casa. O que está em jogo é a sua essência, o seu jeito feminino de ser, independente do posto que ocupa.

A mulher empoderada e feminina sabe usar a sua gentileza para solucionar conflitos, o poder de persuasão para lutar por mais oportunidades, ser afável mesmo que todos estejam esperando atitudes ríspidas, ser generosa sem deixar de lado o desejo de vencer em diversos aspectos.

O empoderamento feminino não é uma guerra entre homens e mulheres e nem é uma busca por fama e dinheiro. O objetivo é fazer com que homens e mulheres possam caminhar lado a lado com respeito, direitos e oportunidades iguais para todos.

A mulher já possui um poder interno, único e grandioso. Ela só precisa se dar conta disso, valorizar essa essência e usar a força que tem do jeito certo para alcançar os objetivos que tanto deseja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here