Como dar um ‘up grade’ na sua vida afetiva

0
11

De ficante à namoro

A maior cupido profissional do Brasil, Cláudya Toledo, ensina como dar um ‘up grade’ na sua vida afetiva 

Para aqueles que estão cansados da vida de solteiro e ficantes e querem conquistar um namoro estável e compatível, a maior cupido profissional do país, também, conhecida como a Terapeuta do Amor, Cláudya Toledo, ensina como dar um ‘up grade’ na vida afetiva.

As unidades da A2Encontros, a maior agência de relacionamentos do país, recebem centenas de pessoas diariamente com o mesmo anseio: todos querem namorar e estabelecer um relacionamento estável e compatível. Cláudya tem orientações básicas e fundamentais para mulheres e homens que querem namorar.

Regra número 1: defina o tipo de pessoa que quer namorar. Que tipo de pessoa te agrada para um namoro? Esportista, baladeiro, executivo, intelectual, artístico, zen. Importante saber e definir o tipo de pessoa que agrada, para poder se comportar e frequentar os lugares compatíveis com o estilo de vida da ‘pessoa alvo’.

Regra número 2: a orientação mais valiosa para quem quer namorar: ANTES DE IR PARA CAMA, ACIONE A CHAVE AMOROSA DA OUTRA PESSOA. Importante não desperdiçar a energia do sexo logo no primeiro encontro. Antes de ir para a cama com um(a) pretendente é fundamental aguçar em ambos outras vontades e a admiração. Quando se estabelece outros interesses além da atração física, a chave amorosa é acionada com admiração, elogios e respeito. O homem sempre é atraído pelo interesse sexual. É a mulher que tem a habilidade para fazer com que esta energia sexual acesse o estado amoroso. Quando o homem se torna cavalheiro, admirador da mulher e traz presentes ele está com sua possibilidade emocional e amorosa ligada. Dai sim, é hora de transar, declara a cupido.
Regra número 3: Mulheres são doces e homens são guerreiros. A mulher deve despertar o interesse do homem e atraí-lo estando bela, receptiva e amorosa. Já o homem deve ser seguro, bem humorado e guerreiro.

Razões para acreditar no amor.  Por Cláudya Toledo

1- Quem tem um relacionamento afetivo tem melhor saúde do organismo – do corpo físico;

2- Pessoas que tem um parceiro estável aprendem a lidar melhor com as emoções – têm melhor saúde emocional;

3- Empresas preferem contratar pessoas com estabilidade nas relações pessoais;

4 – O amor acalma. Pessoas que se sentem amadas e amam tem menos problemas de ansiedade;

5 – O amor ajuda a desenvolver a flexibilidade de lidar com os problemas e cobranças do dia a dia. Ajuda a quebrar a rigidez.

7- O amor saudável ajuda a desenvolver emoções e sentimentos positivos, como empatia, compaixão, paciência, compreensão, a não violência, segurança.

8- O amor e a união entre o homem e a mulher, equaliza e equilibra a energia vital de ambos. A mistura entre o masculino e o feminino coloca os dois em sintonia com a grande força da natureza e o  prazer de viver.

9- A mulher que ama e pensa em ter filhos aprende a compreender e a amar as diferenças entre os seres e respeitar a diversidade humana. Vive com maior paz interior.

10-O AMOR CURA.

Quem ama sente calafrios, aumenta os batimentos cardíacos – ativa o corpo físico;

Quem ama tem idéias criativas em sua mente, bons pensamentos- ativa o corpo mental;

Quem ama sente boas emoções e vontades – ativa o corpo emocional;

Quem ama deixa o espírito leve e alegre – ativa o corpo espiritual